Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Vacinação

25.02.21 | asal

O Seminário de Alcains no canal Ecclesia: lugar de serviço à comunidade como espaço de vacinação contra o Vírus.Alc2.jpg

 Acabo de ver na Ecclesia o nosso querido Seminário de Alcains que a nossa Diocese pôs à disposição da sociedade, oferecendo um espaço devidamente preparado para o efeito. Ouvi a explicação do seu Diretor, o P. António Castanheira e os testemunhos do P. Miguel Coelho e P. Martinho. Todos se saíram muito bem, quer do ponto de vista da linguagem quer da imagem. As nossas felicitações!

  Vi as pessoas entrando pela porta principal da parte primitiva, renovada com uma elegante pérgola, e a sala de “enfermaria” onde a enfermeira Helena Beirão administrou a vacina às pessoas que iam entrando para uma sala bem aconchegada. Vi ainda a Capela com os seus ricos painéis de azulejos.

Alc1.jpg

A fachada com o pedestal de S. José foi-nos dada em grande plano. Lá está a escadaria solarenga com o seu ar beirão.

 Pode o seminário não ter seminaristas, mas a sua existência justifica-se plenamente, como casa de sacerdotes que exercem o serviço pastoral pelas aldeias vizinhas e centro de apoio às iniciativas diocesanas e sociais. É que, muito contrariado, tenho ouvido vozes que perguntam:   Para que serve um seminário sem seminaristas? Ora, aqui se prova, com esta e outras iniciativas, a necessidade da sua existência e as muitas funções pastorais, culturais e até sanitárias que, repito, o justificam plenamente, como instituição da Igreja ao serviço de todos. Nada que não estivesse nos planos de Deus quando inspirou o casal Pereira Monteiro a investir a sua fortuna naquela linda e harmoniosa construção. O nosso Florentino está a finalizar a sua História, uma odisseia de amor e generosidade, como ele gosta de dizer.Alcb.jpg

Amigos que ali passámos os verdes e conturbados anos da nossa adolescência, a idade das crises e do amadurecimento, como as cerejeiras em flor, vamos todos, mas todos, contribuir, nem que seja só com um eurozinho, para a publicação do nosso Livro. Mas, sobretudo, acompanhemos os sacerdotes do Seminário de S. José com as nossas orações. Em família, se possível.   E, associemo-nos às intenções do Senhor Dom Antonino para esta quaresma e que a Páscoa seja, entretanto, um grito de vitória sobre o Mal. O vosso amigo do coração,

João Lopes

Alcc.jpg

Alcd.jpg