Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

O vírus atingiu-nos

23.03.20 | asal

Começo com uma parte do comentário feito pelo João Lopes ao post de hoje:

"Os Salmos bem nos dizem que somos apenas aragem, flor ou erva que seca num dia e o vento leva, sopro, PUF! , pedacinho de neve que, num átimo, se derrete, ... e nós, tão abstrusos e teimosos, lançando para o ar bazófias e proclamações de auto-suficiência! Eu cá sei, eu cá sou...!

Sou nada, nada, nada, para que Deus seja tudo em mim - confessava S. Paulo e o Mestre Eckart, dominicano alemão (1260-1327). " Senhor, dá-me a conhecer o meu fim / e o número dos meus dias,/ para que veja como sou efémero. / De poucos palmos fizeste os meus dias/ diante de ti a minha existência é como nada: / o homem não é mais do que um sopro!/ Ele passa como simples sombra.! / (:::) Agora, Senhor, que posso eu esperar?/ A minha esperança está em ti." João Lopes

José Jesus André.jpg

Andamos nós para aqui a brincar com as situações, carregados com o fardo da clausura, sedentos da liberdade que nos leva aonde queremos, mas, de repente tudo se altera...

Já não sei brincar!

A surpresa da mensagem atira-nos para a realidade, fico aturdido, parado sem forças...

E vocês vão ficar na mesma.

A mensagem é esta: «Olá, António. Só para vos informar que acusou positivo o teste que fiz ontem à noite no Hospital de Portimão ao Covid-19.»

Em resposta, eu disse: «Grande problema, amigo! Rezo para que a medicina te cure rapidamente. Não sei se posso anunciar ao grupo. Um abraço e nós vamos estar os dois convosco.»

-«Sim, podes anunciar.»

PRONTO, CÁ VAI A NOTÍCIA: O Zeca - José de Jesus André - contraíu o vírus, o tão temível vírus que parou as nossas vidas e suspendeu as nossas atividades e os nossos projetos. Agora, que um dos nossos está afetado, parece que cairam as nossas superficialidades e tudo se torna mais escuro.

Mas é agora que nós vamos mostrar quem somos. Eu proponho que todos nos sintamos muito unidos ao Zeca, fazendo toda a força espiritual e mental para ele recuperar da doença. Rezar é a palavra que nestes dias tenho andado a receber e a expedir pelas redes sociais para muitos amigos. Eu acredito nesta força invisível na luta contra um inimigo também invisível. E todos os dias tenho rezado mais que o habitual! Agora mais razões nos movem a pedir o auxílio divino! 

Tantas vezes que aqui falámos de ti, Zeca, apoiando os teus sonhos de levar a arte do Colaço a Estrasburgo! Agora aqui estamos para te garantir o nosso apoio de retaguarda em busca de uma rápida recuperação.  Conta connosco!

AH

24/03/2020 - Aditamento: Já falei com o Zeca. Tosse insistente, febre ora a 37 ou a 39, paracetamol como medicamento, na casa deles, isolamento total (ele num quarto e a Fernanda noutro) e o telefone do médico caso piore a situação.. .Boas melhoras, amigo. AH

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.