Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Notícias de Castelo Branco

17.01.20 | asal
Meu caro Henriques, venho dar conta da nossa reunião, realizada ontem  em Castelo Branco, aos nossos associados. A Parreirinha II também produziu alguns elementos dos quais queremos dar conta ao nosso indispensável ANIMUS, onde nos encontramos em fraternidade e solidariedade, sabendo da vida uns dos outros.
Um forte abraço e fico a contar com a tua generosidade, para guardares os testemunhos que te forem chegando.
Florentino

Apresentação1.jpg

 

Reunião em Castelo Branco

A pensar no livro sobre o seminário de S. José de Alcains, reuniram-se, no dia 16 deste mês de janeiro, o Patrocínio, o João Lopes de Oliveira e o Florentino Beirão.

O Patrocínio deu-nos preciosas informações sobre o Monte de S. Luís, propriedade do seminário, de onde provinham, em grandes sacos, os saborosos feijões pequenos, servidos nos nossos pequenos – almoços. Um trabalho de persistência e de dedicação do Patrocínio, a preço zero, a que a diocese e a nossa associação devem estar muito gratas. O seu trabalho, além de regularizar esta imensa propriedade rural, situada nos Escalos de Baixo, desenvolveu outros trabalhos, em ordem à regularização de outros bens diocesanos.

O João Lopes, natural de Alcains, com avós ligados ao início do seminário de S. José, pela sua grande generosidade para com ele, deu-nos conta das primeiras dificuldades que este seminário passou, valendo-lhe a contribuição de alguns lavradores de Alcains. Mas, hoje, a menina dos seus olhos é a nova capela, a sua harmonia de estilo e as possíveis leituras do seu desenho neo-gótico. Prometeu falar-nos no encontro de maio sobre este tema que, nos últimos tempos o tem absorvido. Quando se compromete, como sabemos, o nosso dedicado João, é sempre com alma e coração, muita reflexão e sabedoria.

Por mim, cá continuo à espera de mais testemunhos vossos, porque o livro contará com a contribuição e com a assinatura de todos. Uma peça tocada a várias mãos. Se faltar a tua, ficará sempre mais pobre, acredita. Solicitamos apenas um pequeno testemunho da tua vida, em plena juventude, nesta casa que foi a de todos nós.

Para que o nosso livro possa ser editado, a tempo e horas, pensamos que, até final de março de 2020, todo o material a integrar nele já deverá estar em condições de ser entregue na editora.

Ficamos à vossa espera. Mãos à obra!

Florentino Beirão