Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Nós, os de Janeiro de 1963

20.01.21 | asal

IN MEMORIAM 19 JAN B.jpg

MANEL CARRILHO DELGADO

Muito antes do Tio Zuck, meti-me ao caminho, há muitos anos atrás, mapeando montes e vales mas, sobretudo, os postos públicos e estações dos malfadados CTT que agora, vergonhosamente, nos querem roubar, para conseguir chegar à fala com a quase totalidade dos quarenta e dois putos entrados no Seminário Menor de Gavião em Outubro de 1963.

A passagem do século apanhou-nos no Tabor da Ericeira, Março de 2000.

Aí juramos fazer tudo para nunca mais nos desencontrarmos nas nossas vidas uma vez que a Vida, essa, até então, nunca se desencontrou de nós.

2

Durante muitos anos, nós, os aniversariantes de Janeiro, dávamos início ao ciclo dos telefonemas parabenizantes.

O Alberto Ribeiro, o primeiro e logo no primeiro dia do ano, o Ramiro Lopes a 10, seguia-se o Zé Maria a 12, eu mesmo a 15, o Xico Francisco Simão a 18 e, finalmente, a 19, tu, meu querido e saudoso Manel Carrilho Delgado (Ana Delgado).

3

Eras tu, então, Manel, quem encerrava o ciclo.

Com que alegria viveste o reencontro com todos nós e com que arte passaste a embrulhar as tantas memórias que, tendo perdurado em ti, ousaste partilhá-las e com que mestria, no curto espaço de tempo que pudemos desfrutar da tua presença.

Fazes-me tanta falta, Manel, porque sentia em ti a mão criativa que faltava ao blog que criámos, "animus", de seu nome, primeiro para ser lugar de encontro dos do nosso ano, tendo-se estendido depois ao conjunto de todos os anos dos seminários diocesanos de Portalegre e Castelo Branco.

Tendo o blog terminado os seus dias, estão lá, escritos pelo teu punho, as mais belas páginas das memórias desses tempos iniciais.

(1.Para quem quiser googlar "animus60.blogs.sapo.pt".

2.Honra ao blog/Facebook que lhe sucedeu "Animus Semper" Antigos Alunos e à equipa que dedicadamente assegura a sua dinâmica continuidade em especial ao meu querido

António Henriques.)

4

19 JAN.jpg

Estou a ver-te, Manel, sentadito aí no canto de uma nuvem fofinha a tricotares em toada alentejana as últimas sobre o que "pensas" da Eternidade ou, antes, se quiseres, a driblá-la como só tu sabias.

Ah! Deixo-te, para além dos parabéns, um abraço para os nossos queridos e saudosos colegas de ano Álvaro Esteves, Armando Severino e Manel Joaquim.

Abraço-te.

António Colaço

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.