Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Medronheiros nas Paivas?

IMG_20191024_153327.jpg

Quem diria? Mesmo ao pé de mim, no jardim das Paivas, por onde me passeio com frequência, vou encontrar os meus conhecidos medronheiros, feitos árvores frondosas.

Habituado a eles na minha Sobreira Formosa, degustando o seu sabor de fruto ou o seu líquido espirituoso, vendo-os crescer sem cuidados e multiplicar-se sem pedir licença, eis que agora passaram a ser árvore urbana, a dar sombra a crianças e adultos e a assistir às mil cabriolas que as crianças e animais por ali executam sobre a bem tratada relva do jardim! E surgem com frutos e flores brancas, que não sei se são da época ou derivações das perturbações climáticas!

Foi uma bárbara surpresa entrar no jardim por um caminho pouco habitual e ver no chão uns tantos medronhos acabadinhos de cair. Mas o que é isto aqui? Eram mesmo medronheiros a sério... Como as outras árvores, plantadas ali há uns 15 ou 20 anos, foram crescendo e agora apresentam-se frondosas e vistosas para quem sabe e gosta de desfrutar do mais belo espaço da minha localidade. É também ali que se encontra o lindo repuxo e a chamada fonte cibernética que enche de viço todo Paivas.jpgambiente. E agora, há já muitos meses, não deixam  de projetar a água em formas graciosas... Acho que foi o Lost - aquele bar-restaurante que ocupou as instalações centrais - que não deixou fenecer a oferta de tanta água, algumas vezes em descanso moribundo... 

É também ali que nos distraímos às vezes com a leitura de um livrinho e com o sabor de um aromático café. Horas de descanso que alegram os nossos dias.

Acrescento que no mesmo jardim crescem e oferecem-se aos visitantes os (ou as?) famosos(as) jacarandás, de que já dei conta há meses, com as suas fotogénicas cores arroxeadas.

Pronto, já disse bem da nossa terra. Passem bem, divirtam-se e podem vir até cá...

Seguem-se as fotos dos medronheiros das Paivas.

António Henriques

Mais sobre mim

PORQUÊ

VAMOS COMEÇAR

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D