Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Mais comentários

Ontem, em quatro mensagens seguidas, o Manuel Domingues continuou a desabafar, a opinar sobre vários temas. Como ele defende (embora eu tenha outra opinião...), publicam-se os quatro textos sem qualquer tipo de edição - «não se deveria tratar de uma edição jornalistica, com a sua rigorosa supervisão e seleção. Nem a beleza e riqueza da lingua é isto.» A espontaneidade também tem a sua riqueza! AH

Manuel Domingues.jpeg

 

1 - Li todos e reli o meu.Não encontro motivo de contas.

Uma vóz sentida que não posso resolver só por mim.
Quiça melhore, alertando e reunindo esforços.
 
Quando partirmos vai ficar forçosamente diferente. Para melhor, quanto mais podermos e quizermos.
 
Fossem números ou linhas talvez desse explicações. Tento sentimentos que nos movam.
M. Domingues
 
2 - Quem encabeça este bloog presta-nos, a nós e à humanidade, um serviço de forma gratuita e generosa (absolutamente seguro disso).
Ninguém dos que participa ou manifesta opinião está a mais. Eu colhi proveito para o meu enriquecimento humano por via deles. 
Eu gostaria que fossem muitos mais. Afinal, considerando mesmo os almoços, são uma pequena percentagem os que tomam parte activa.
 
Na colaboração do Sr. Bispo de 26 de outubro, encontrei mais um motivo de agitação para um tema que há muito me preocupa. Por essa altura eu opinei sobre o assunto. Ninguém mais falou sobre isso. Agora eu insisti. É muito sério, está grave para os jovens. Ninguém veio ataca-los, nada disso. Mas mesmo que fosse alguma coisa de errado seria preferivel, agitavam-se as mentes. Por outro lado a terceira idade é assunto comum. Não há excesso para os idosos, há insuficiência para os jovens. É um assunto compexo, difícil eu sei. Também não sei como resolver. Mas se nós não conseguirmos interagir com eles, que já fomos jovens, não devemos esperar que eles pulem para a nossa maturidade.
 
Do que sei por informação direta e pelo que percebo com feed-backs, somos dos países que mais mimam os seus idosos e doentes (quando estive doente senti-me um priveligiado, acarinhado, até por elementos com funções técnicas). Óptimo!
O melhor investimento duma sociedade é na formação, educação, juventude. Pode-se admitir que o homem edifique um Sol, nunca um sol edificar um homem.
A Suécia despertou para a qualidade de vida quando decidiu escolarizar as mulheres. Resultou, para mais tarde claro, na sua principal função de mães,à época.
Professores, educadores, talvez os mais importantes ministros para o futuro de uma nação. A sina de cada um de nós é que todos somos isso,  todos referências: responsaveis.
Abraços
M. Domingues
 
3 - Considero importante tb
Não me incomoda que os meus filhos estejam noutro país (Europa de preferência). Posso estar mais próximo do que estava dos meus pais no tempo do seminario.
Com estas ferramentas podemos fazer muito mesmo fisicamente distantes. Até partir, enquanto dispusermos de alguma energia física e anímica, teremos com que nos ocupar.
A história mostra que podem aparecer ideias até de onde menos se espera.  
 
4 - 
(Caro António, tentei pelos comentários, não consegui, não soube. Obrigado.)
 
Nos programas sobre vida selvagens, para se aproximarem dos macacos os humanos adoptam uma postura de quatro.
Durante uns 12 anos da minha vida trabalhei na construção com dependentes de mim e não houve nenhum género de tarefas que eu não desempenhasse e só mandasse executar. Limpei esgotos. Adquiri mais uma certeza "todos fazemos merd  , nem todos a limpamos". Perto do final da minha convivência com um homem uns 20 anos mais velho, ele soube que eu tinha passado pelo seminario. Saiu-lhe: "por isso".
Adquiri costumes que não tinha antes e fiz muito que não gostava. Ninguém me tirou certezas, adquiri-as. Nada se perde. Por homens andar de quatro não é exigir muito. Só pelo proximo faz sentido alguma coisa e cada vez é mais difícil passar essa mensagem aos jovens e crianças. Todos somos mensageiros, reponsaveis, em qualquer lugar.
Não cativamos ninguém se não aceitarmos, deixarmo-nos fundir nele, senti-lo. Mas não se dão explicações disso. 
 
É assim: a mensagem passa se fizermos  por isso.  Preciso de ajuda, gente diferente de mim, melhor que eu.Gente de todas as areas que acredite no homem. 
Não vou imputar a responsabilidade ao meu bispo, padre. Eles não nasceram com uma estrela na testa, um ferro nas nádegas, não podem fazer a minha parte, a vocação e missão são também dos leigos  sempre foram. Jesus homem é um facto, jesus Deus depende de cada um, que me conste tb não tinha estrela. Acreditou em mim, provou-o. Há dois mil anos, a mensagem dele passou porque não vacilou.
Com a nossa idade Jesus já lá estava. Daqui a poucos anos nenhum de nós cá estará. Entretanto o que vale a pena até à partida? tudo, ainda que que só por um e com o sentido em cada um.
Com a internet vende-se tudo, mudam-se ideias, elegem-se presidentes. Uma causa maior por quê não pode ajudar a vender?
Nada é meu tudo é para nosso uso. A vida vale pelo que fazemos pelos outros, pelos nossos descendentes, para que eles não percam o caminho. Para isso eles precisam ver, sentir a luz.   
 Não vai ser fácil, um passeio dos alegres. E foi alguma vez fácil? então já temos treino.
Temos motivo para ter esperança, temos aí jovens lindos, enormes e com alternativas exponencialmente superiores às nossas, pra um lado e pro outro e eles vão ter que escolher. Quantos, por via duma mãozinha de velho, podem ser tudo? e se fosse só um? ainda que por cada um. Todos são nem mais nem menos que nossos filhos. Depois depende deles e das circunstâncias.
Velho e jovem, convivência pacífica. Velho não tem muito a perder e jovem que não precisa competir, nem sente ameaça. Velho precisa passar testemunho e jovem precisa de tudo e de confiar.
Um movimento?  Velhos e novos em ação? Catequese? Complemento?
Por onde começar? 
Obrigado
Abraços
M. Domingues

Mais sobre mim

PORQUÊ

VAMOS COMEÇAR

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D