Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Livro do Joaquim Nogueira

15.11.19 | asal

Este dia foi muito especial para o Joaquim!

IMG_0934.jpg

No dia 11 de novembro, estivemos na apresentação do livro do Joaquim Nogueira  - "Recordando-Memórias e Reflexões" - no restaurante Parreirinha de Carnide. Encarregaram-se de falar sobre o livro o António Henriques e a irmã do autor.

Tenho as palavras que pronunciei, mas não tenho outras.

Para não maçar o pessoal, deixo aqui apenas alguns apontamentos. Quanto a fotos, todas do José Ventura, apresento apenas algumas... Quem quiser ver as 64, tem o vídeo a seguir.

1 – História deste livro

IMG_0891.jpg

A Associação dos antigos alunos dos seminários da diocese de Portalegre e Castelo Branco, a que o Joaquim pertence e apoia, que pretende dinamizar os seus colegas, organizando encontros de amizade, possui um blogue desde janeiro de 2009. Na sua segunda versão, desde há quatro anos, chama-se ANIMUS SEMPER.

O seu administrador tenta que muitos colegas escrevam, para as suas páginas serem mais ricas e atrativas. E foi nesta onda de colaboração que também apareceram os textos do Joaquim. Aliados a outras colaborações de mais amigos, o blogue é diariamente visitado por muitas pessoas.

No último ano, o blogue teve 28.084 visitas e 42.257 visualizações, o que corresponde a uma média diária de 72 visitas e 113 visualizações.

Durante dois anos (2017/18), foi expressiva a colaboração do Joaquim Nogueira, que eu incentivava com todo o gosto. E é essa colaboração que agora sai a lume, devido sobretudo ao gosto e pressão dos familiares.

Para compreendermos melhor o contexto mais vasto em que hoje nos movemos, começo por dizer que nós somos uns privilegiados, que temos assistido a inovações maravilhosas que nos facilitam a vida. Muito longe está Gutemberg, que imprimiu o primeiro livro. A comunicação do saber estendeu-se a tantas tecnologias novas e mais céleres (rádio, televisão, Internet e todos os suportes digitais que hoje podemos utilizar – uma pen no bolso transporta muitos livros!) que se começou a dizer que o livro ia desaparecer. Mas eu não sei quando isso poderá acontecer, se é que vai acontecer um dia, pois o que eu vejo é a multiplicação das edições impressas e quase diariamente somos convidados a participar em mais uma apresentação de outros livros.

IMG_0899.jpg

Há em cada livro uma aura de mistério, de segredo a desvendar, que nos leva a ter por eles um respeito e uma admiração especial. E por mim falo: um dos maiores gostos dos meus dias de aposentado é ir até ao jardim, beber um café na esplanada e passar uma a duas horas a ler um livro…

2 – Características deste livro

E aqui está assim mais um livro. Este não é uma obra de investigação. É uma coletânea de memórias e vivências pessoais com que se teceu a vida do seu autor.

E todos nós temos memória e vivências pessoais. Mas nem todos arriscam passá-las ao papel. Medo? Vergonha? Ou pouca apetência para a prática da escrita…. Escrever será um dom? Sim, mas não chega. É precisa muita aplicação, uma atitude de persistência, é um querer fazer, combatendo a preguiça. O Joaquim deitou mãos à obra, enriqueceu o nosso blogue, falando assim aos colegas e amigos.

E para além das vivências pessoais desde a meninice até à idade adulta, o Joaquim acrescenta ainda textos instrucionais em temas ligados ao direito, que a sua profissão de advogado durante 35 anos desenvolveu.

A linguagem:

O autor utiliza um discurso adaptado aos temas. É mais simples e direto nas memórias, com uma narração linear que o leitor acompanha facilmente. Usa frases curtas, contando com jeito e graça os diversos acontecimentos, chegando mesmo a usar o estilo coloquial.

Nos temas de direito, o seu vocabulário é mais culto e técnico, respeitando a linguagem das leis e convénios oficiais. (continua)

                                                                                     Publicarei mais texto num próximo dia... AH

1 comentário

Comentar post