Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

João Heitor - As nossas despedidas

05.05.20 | asal

Há muitos, muitos anos conhecemos o João Heitor. Homem simples, voluntarioso, capaz JH45.jpgde melhor servir os outros que a si próprio, sempre o vimos a organizar os encontros dos antigos alunos, acompanhado embora por outros colegas e amigos dedicados. Ficam na memória os encontros da Buraca, onde marcava presença o grande D. António Marcelino, animador-mor destes convívios. Estou a falar dos anos 60-70, sem pormenorizar bem as datas.

O João contou-me um dia que foi o Sr. D. Augusto César que lhe pediu para ele assumir o encargo de organizar os encontros dos antigos alunos dos nossos seminários. Aliado a outros amigos, que muitos de nós conhecemos bem, todos os anos eles enviavam para o correio centenas de cartas a convidar os colegas para o Encontro da Buraca em Janeiro. Nesse tempo, as redes sociais e a fotografia não tinham ainda ganhado terreno, o que nos leva a imaginar quão ingente era a sua tarefa. Só a partir de 2009 é que o blogue Animus60 facilitou a comunicação entre todos, sem nunca termos deixado de enviar cartas aos que não dispunham das novas tecnologias.

Quando as instalações religiosas da Buraca entraram em obras e deixaram de nos receber, foi o Santuário da Senhora da Rocha, em Carnaxide, o nosso porto de abrigo, isto porque o João Heitor era o responsável em nome da paróquia.

Com o tempo, mesmo já muito debilitado, sempre ele se apresentou ao serviço, dando a vez a outros colegas que mais podiam trabalhar. Mas nunca rejeitou responsabilidades, sendo mais visto nas fotos a presidir aos encontros. A Comissão da nossa Associação (que há cinco anos assumiu os encargos de organização) sempre viu nele um exemplo e o tratou com o carinho merecido.

Infelizmente, calhou o seu funeral coincidir com as restrições da pandemia. Não pudemos acompanhá-lo nos últimos momentos. Conseguimos ainda que uma coroa de flores nos representasse na viagem até ao cemitério de Carnaxide. Caro amigo, Deus recebeu-te na morada eterna. Continua a pensar e velar por nós. Nunca mais vou buscar-te para os almoços da Parreirinha em Carnide... 

Deixo aqui as despedidas espontâneas que os teus amigos plasmaram na página do Facebook no dia do funeral. Segue ainda uma coletânea de fotos onde o João Heitor é o nosso centro de atenções. Muitos destes dizeres falam também da nossa história. António Henriques

Antonino Dias Sentidas condolências a toda a Família. Que descanse em paz.

António Manuel M. Silva PAZ à sua ALMA! OS meus sentimentos à família.

António Colaço Grande João, um filho da freguesia dos Envendos. Até sempre! Um abraço solidário a sua família e em especial à sua inseparável companheira Margarida !!!

JH.jpg

Seja como for, foto do incansável João no último Encontro na Sertã.
Ele que ao longo dos anos, no silêncio do corta e cola das tão pré-históricas quanto saborosas "circulares" a todos nos convocou.

João, um privilégio ter-te conhecido, sobretudo porque me reconheci, mais tarde, o quantas pragas nos terão rogado os nossos amigos, por sermos uns chatos do caraças, sempre preocupados em que nada nem ninguem faltasse aos encontros.
Também te roguei mil pragas, como sabes, mas agora, João, quem nos tratará daquele momento sublime com que terminavam as tuas circulares, prometendo para a despedida dos nossos encontros, o momento mágico do.. "será servido um chá e bolinhos"?!
João, prepara-nos aí na "Casa do Pai", como também costumavas dizer, um chá, bolinhos e...celestiais nuvens de algodão doce.
OBRIGADO, João.
Miquelina Nunes Ficamos mais pobres hoje. O céu fica iluminado e sobretudo enriquecido com um homem como ele. Rezaremos por ele de um modo particular hoje e pelos mais próximos, em particular a esposa, Margarida para quem enviamos um fraternal abraço com Maria no coração.
Agostinho Pissarreira Que descanse em paz. Os meus pêsames à família.
José Maria Morgado Martins Um abraço solidário de condolências a toda a família e sobretudoo á sua Margarida.
Manel Pires Antunes Triste notícia. Deus o tenha junto de Si. Sentidos pêsames aos familiares, sobretudo neste tempo que não podem ter o conforto físico dos numerosos amigos.
Jose Ventura R.I.P. Sentidos pêsames à família.
José Manteigas Martins Sentidos pêsames.
Mary Horta Que triste notícia Paz á sua alma os meus sentimentos a toda a família.
Fernando Cardoso Leitão Miranda Descanse em paz na mansão dos homens justos. À família sentidas condolências. Continuará sempre presente entre nós, ele que foi um dos obreiros fundadores da nossa Associação.

JH4.png

José Andrade Sentidas condolências à família e paz à sua alma.

Carlos Filipe Marques Que descanse em paz. Condolências à família.

Joao Inacio Amigo duma vida como costumo dizer. Que Deus o tenha na Sua Glória. Até breve caro João Heitor.

Victor Diogo Sentidos pêsames a sua família.
Descanse na paz do Senhor.
Até um dia.
Jose Maria Lopes As minhas sinceras condolências à Família. Estou muito triste pela notícia porque o João foi um grande companheiro no Seminário e, cá fora, sempre presente nos nossos passeios e eventos. Cada vez somos menos. Entristece-me.
Joaquim Mendeiros Pedro Adeus, João Heitor, amigo e companheiro de tantos anos e de momentos tão bons. Acompanhei e vivi intensamente os teus últimos dias na esperança das tuas melhoras, uma esperança feita de desejos mas pouco mais do que isso desde que te ouvi respirar com tanta dificuldade como se te despedisses de mim e de nós todos, há poucos dias. Ficas comigo e connosco, nos nossos corações, como o amigo de todas as horas, quando falarmos da nossa Associação de Antigos Alunos a que sempre presidiste e sempre acarinhaste com tanto amor e dedicação. Sentidos pêsames à tua Margarida, aos teus filhos e aos familiares e amigos que nunca te esquecerão. Deixaste-nos, mas o teu exemplo de amizade e humildade ficarão connosco. Descansa em paz. Adeus, amigo João.
Cristóvão Pereira Condolências aos familiares.
Herculano Lourenco Um dia muito triste! O João era uma pessoa especial e sempre presente. Sentidas condolências a toda a sua família
João Mendes Gregório Para a família os meus sentidos pêsames com muita tristeza que tomo conhecimento do falecimento deste companheiro sempre presente nos encontros/convívios entre antigos seminaristas ,Que encontre a paz Eterna um Adeus até breve João Heitor.
Arménio Silva Duque Sentidos pêsames.
José Duque Descanse em paz. Sentidas condolências a toda a sua família e de um modo especial a D Margarida.
Joao Chambel Isidro Isidro Condolências à familia.
Horácio Martins Paz á sua alma .Os meus pêsames á família.
António Patrocínio Perdemos um grande amigo. De certeza que o Pai o recompensara por tudo o que ele fez em vida. Agora lá em cima continuará a olhar por todos nós. Para a Margarida e para toda a familia vão os meus sentidos pêsames. Descanse em paz. A.Patrocinio
Eduardo Oliveira Sentido pêsames à família. Fica a saudade de um bom e preocupado amigo sempre na 1ª linha da nossa associação de antigos alunos da DPC.
António Martins Ribeiro Os meus sentimentos à sua família, descanse em paz!
Virgílio Moreira Os meus sentimentos à família. Descanse em paz.
António Silva Duque Para sempre nos nossos corações, coragem aos familiares de uma forma em especial a sua esposa DONA Margarida e filhos.
Antonieta Henriques Condolências à família e um beijo à Margarida.
Tobias Delgado Os meus sentimentos à esposa, filhos e restante família. Que repouse em paz.
Diamantino Ribeiro Sentidos pêsames a toda a família
Manuel Pereira 😔😔Grande exemplo para todo nós. Descansa em paz, bom amigo.
Celestino Pinheiro Sentidos pêsames à família.
Antonio Escarameia Caro João Heitor, o povo de Deus canta as palavras de São Paulo: “Combati o bom combate, / Minha carreira acabei, / A coroa da Justiça / De Jesus receberei”. Votos para que Deus te conceda, também a ti, a coroa da Justiça e da Paz. Sentimentos à família. Amanhã estarás presente na minha Eucaristia.
Rogerio Roque de Almeida Sentidos pêsames
Manel Pires Antunes Conhecia-o desde os anos 60, depois de ter chegado a Lisboa. Não o conhecia antes e nem sei como ele soube localizar-me e a mais uns tantos mais novos e nos ter enviado convites para convívios/jantares, ocasião para podermos conhecer e contactar com outros antigos alunos que passaram pelos nossos seminários. Depois de muitas reticências, comecei a aparecer e também a incentivar outros para convivermos e falarmos dos nossos problemas. Daqui surgiram encontros sem número, tendo como principal impulsionador o João Torres Heitor. Vários projectos foram equacionados, mas, apesar do entusiasmo, ficámos pelos Convívios ao longo do ano. Ele era o S. Martinho, quer em casa do Marques Alves quer na Nossa Senhora da Rocha, era a sardinhada pelas festividades dos Santos populares, comemorações de datas especiais, como os 400 anos da Sé de Portalegre, onde fomos, passeios fora de Lisboa, e lembro o passeio a Aveiro a convite do D. Marcelino. Mas o local eleito para um Encontro Encontro Anual, alargado, foi nas instalações da Buraca, em cuja organização ele se comprometia totalmente. Aqui já apareciam os antigos alunos de fora de Lisboa, portanto encontros nacionais. O João Heitor era a verdadeira alma desta Associação, que sempre recusou ter estatutos, mesmo assim funcionava na perfeição. Sempre que pedia para sair e dar o lugar a outro, era sempre aclamado com entusiasmo para que continuasse. Até ontem. Deus lhe dê o descanso eterno e que peça lá no Céu por todos nós. Nós também o não esqueceremos. Louvado seja Deus!
 

4 comentários

Comentar post