Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Já passaram 57 anos

28.10.20 | asal
O Colaço vem lembrar etapas lindas na vida dos colegas que com ele entraram no Seminário do Gavião no longínquo 1963. 
 
GAVIÃO 1963 . CINQUENTA ANOS DEPOIS...

50.jpg

MEMÓRIAS DA MEMÓRIA


Já passaram 55 anos!!
 
CINQUENTA ANOS DEPOIS....
QUE VENHAM MAIS CINQUENTA.
MEMORÁVEL.
Não me ocorre nenhuma outra palavra nos pouco minutos que disponho para evocar, AQUI mesmo, nesta ânimo, lugar de encontro, o REENCONTRO de metade dos 42 de nós que, em Outubro (14 como parece) de 1963 deixámos o bem-bom dos lares e de malas aviadas lá fomos para o Seminário Menor de Gavião, voando a caminho de uma sacerdotal vocação.
Cinquenta anos depois, apenas um de nós chegou ao fim.
Mas ontem, no Hotel Olissipo (obrigado, DISTINTO DIRECTOR e querido amigo
Fernando Carvalho
pela alta QUALIDADE mas, sobretudo, AFECTIVIDADE dos trabalhadores que colocou ao nosso serviço- obrigado, André, Marta e um outro senhor cujo nome nos falta ) desde as 17 horas e até à meia-noite, pudemos concluir que, afinal, somos todos sacerdotes de um OUTRO SACERDÓCIO.
2
Independentemente de uma edição especial no nosso blog e página de Facebook, quero afirmar aqui neste "meu" terreiro, o privilégio que sinto pelos companheiros com quem, AFORTUNADAMENTE, continuo a fazer caminho - relembrámos os nossos queridos companheiros Manuel Carrilho Delgado, Armando Rosa Severino, Manuel Joaquim e Álvaro Esteves, que já partiram, ou, se quiserem, estão PRESENTES de uma outra e eterna maneira, para além de desejarmos rápida recuperação a outros surpreendidos pela ternura dos 60, Serrano, Adelino, João Rui que desejariam estar connosco e não puderam.
Aqui, permitam-me destacar o pedido feito pelo nosso colega Joaquim Alberto, de querer ver editada a obra do nosso Manel Carrilho Delgado um exímio artesão da palavra e das emoções que elas despertam, pedido a que todos nos juntamos. Veremos. O pedido já seguiu para o seu filho
Gui Delgado
que, tanto quanto sabemos, também alimenta esse sonho.
3
No final, o Alberto Ribeiro, foi quem teve a sorte de ficar com uma prenda sorteada, duas caixinhas/algarismos com o nº 50 - e que contém no seu interior uma garrafa de licor de amora mas.....para ser aberta, apenas e só, daqui a cinco anos, altura em que voltaremos a REENCONTRAMO-NOS TODOS!!!!
Assim seja!
 
António Colaço
 
NOTA: Atrevo-me a sugerir que alguns amigos façam eco deste texto e digam mais para o blogue, falando mesmo do presente feito depois de 57 anos. AH

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.