Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Falecimento

18.10.21 | asal
DEUS CHAMOU A SI O PADRE ALBERTO DA SILVA JORGE

Silva Jorge.jpg

O Senhor nosso Deus, Deus de toda a consolação e Pai de misericórdia, chamou hoje a Si, pelas 21h00 no Hospital de Castelo Branco, no decurso de uma urgência, o nosso Rev.do Padre Alberto da Silva Jorge.

Natural de Tinalhas onde nasceu a 22 de novembro de 1934, filho de António da Silva Jorge e Josefa Brás Jorge, baptizado na Matriz de Tinalhas 1 de Janeiro de 1935, o Rev.do Padre Alberto fez o percurso formativo dos nossos Seminários e foi ordenado Presbítero a 13 de Julho de 1958 na Igreja Matriz do Crato por D. Agostinho Lopes de Moura
Serviu a Igreja diocesana, logo depois da Ordenação, como professor e prefeito do Seminário de Alcains. Foi, depois, Pároco de Póvoa de Rio de Moinhos e de Caféde. Em 1974 é nomeado Secretário Diocesano da pastoral das Vocações e passa a residir em Portalegre servindo também a Capelania de S. Cristóvão, na Cidade. Em 1980 é nomeado Pároco de Ribeira de Nisa, deixando a Capelania de S. Cristóvão e, pouco tempo depois, acumulou a função de Arcipreste de Portalegre. Em 1988 deixa a paroquialidade de Ribeira de Nisa e assume a de Alegrete. Em 1990 é nomeado Capelão do Hospital de Portalegre e Secretário Diocesano da Pastoral da Saúde. Vivendo no Seminário de Portalegre, em 1992 deixa a paroquialidade de Alegrete e assume a de Carreiras, também no Arciprestado de Portalegre. Entre 2005 e 2009 serve como Vigário paroquial a Paróquia de Nª Sª da Assunção da Sé de Portalegre e, acumulando com Carreiras, em 2010 assume a capelania das Irmãs do Coração de Maria em Portalegre. Em 2016 é exonerado da paroquialidade de Carreiras e em 2019 da capelania das Irmãs do Coração de Maria. Em 2019, por causa de problemas de saúde e de necessidade de acompanhamento permanente, foi utente da Casa de Repouso de Nª Sª da Penha em Portalegre e, depois, até ao dia de hoje, da Lar Residencial Sénior nos Lentiscais, Castelo Branco.
Como “tratar os defuntos como se fossem simplesmente mortos é falta de humanidade; e tratar os defuntos como se ainda estivessem vivos é falta de sabedoria”, olhamos para os que partem sentindo-nos todos Igreja na comunhão dos santos em que se entra pelo baptismo. O primeiro celebrante da liturgia exequial é o próprio defunto que, na morte, celebra a sua participação no Mistério pascal de Cristo na plena experiência do encontro pessoal com o Mestre. A Igreja não celebraria, por isso, verdadeiramente, a liturgia exequial senão celebrasse, sim, a ressurreição de Cristo.
Rezemos por este nosso irmão que abriu as portas da comunhão com Deus a tantos homens e mulheres no baptismo e na Igreja, que acolheu e juntou à mesa da Eucaristia tantos que de Cristo se quiseram alimentar, que acolheu e acompanhou todos os que se quiseram reconciliar com Deus e a Comunidade, que ungiu de bênção e de esperança a vida de tantos e tantas com quem se cruzou e à cabeceira dos quais foi chamado, enfim, que foi Pastor em nome do Único Pastor, Jesus Cristo.
Deus Omnipotente e eterno, Senhor da vida e da morte,
nós acreditamos que a vida do nosso irmão Alberto, Sacerdote, está agora escondida em Vós;
a sua pessoa, oculta à nossa vista, contemple agora a Vossa beleza e ternura, e seja iluminada para sempre na luz verdadeira que em Vós tem a sua fonte inesgotável.
O horário das Exéquias do Rev.do Padre Alberto Da Silva Jorge está ainda por definir pelo que, assim que conhecido, será comunicado. Entretanto, na esperança e na fé unimo-nos na oração.
Invoquemos a misericórdia de Deus e demos graças pelo dom da vida sacerdotal
Portalegre, 17 de Outubro de 2021
Emanuel Matos Silva, padre, Vigº Clero
 
CELEBRAÇÃO EXEQUIAL  EM 21/10 - TINALHAS - 19,00 horas.

4 comentários

Comentar post