Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Enxoval para o Seminário

30.10.20 | asal

Caríssimo António Henriques,Pires Antunes0.jpg

Hoje envio-te um documento inédito (?) que encontrei ao examinar papéis que havia guardado desde o falecimento de meu pai.
Já reparaste que é uma Circular/Informação relativa à admissão nos nossos seminários. Esta é a da minha admissão em 1949. Não sei por quantos anos terá sido assim.
Tínhamos que levar uma mala, daquelas com tampa em cima e com chave. Depois era guardada no sótão. Ainda te lembras?!
A minha acompanhou-me até Portalegre.
Achei interessante, pois não sei se esta exigência ainda apanhou os mais novos antigos colegas e, assim, ficariam a saber os costumes mais antigos.
Tenho ideia que o enxoval ainda ficava caro e criava dificuldades nas famílias.
Um abraço.

Manel Pires Antunes

NOTA: Publico com muito gosto o doc. seguinte, que o Manel Pires Antunes descobriu. Tenho na memória que também o Joaquim Nogueira, no seu livro, fala deste enxoval, ainda em anos anteriores, que obrigava até a maiores exigências, pois exigia que os pais levassem mesmo um colchão.

Também o Alves Jana reproduz no seu livro o enxoval que lhe exigiram no Seminário do Gavião. Mas esta fotocópia reproduz mesmo o original.

Diz o Manel, no seu email, que a roupa dele tinha o n.º 174. Pois eu já não tenho memória para muitas coisas, mas ainda sei que o meu número era o 35. 

A simplicidade deste documento, com uma escrita bem antiquada em contraste com os nomes que hoje usamos, faz-nos rir... Mas este enxoval era bem oneroso para as famílias, que não gozavam da abundância disparatada que hoje existe nos nossos roupeiros. Curiosamente, publico este documento no Dia Mundial da Poupança!!!

AH

Enxoval para o Seminário.jpg