Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

ELEGIA OUTONAL

29.09.19 | asal

Mais uma vez, poesia ao sabor da época! O autor mudou de nome... Adivinhem quem é! AH

    

Folhas outonais desprendidas

pires da costa.jpg

Da planta mãe que as criou.

Rolam tontas, amarelecidas,

Ao sabor de quem as soltou.

 

Caem no chão desamparadas,

Ignorando seu destino fatal.

Rodopiam aflitas, assustadas,

Loucas, a caminho do pantanal.

 

Lembram gentes desintegradas

Duma sociedade que as traiu,

Almas sem vida, desesperadas.

 

Vítimas de vitupérios e traição,

Seres que a maldade destruiu,

Vendaval de lixo e podridão!

 

António Naio