Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

David contra Golias

14.12.19 | asal
Meu caro Henriques
Mais um simples contributo para reflectirmos nestes dias em que tudo se conjuga para golpearmos a nossa Mãe Natureza e nós próprios.
Desta vez, a solução parece que não virá tanto de quem tem a maior responsabilidade no problema, os governos e o capital, mas de uma franzina adolescente que parece clamar no deserto. Não nos façamos de surdos, mas, de antenas bem levantadas, ouçamos e façamos o que o coração e a razão nos ditam. Salvemos o nosso doente planeta azul.
Na Paz do Deus Menino, um Feliz Natal para o Henriques e para todos os fiéis amantes do nosso ponto de encontro...o indispensável ANIMUS....SEMPER
Florentino Beirão

Florentino2.jpg

 

 

Greta defronta o monstro

Desde ser considerada a figura do ano, a um ícone mundial, a simples propagandista, sem propor medidas concretas, de tudo Greta Thunberg, uma estudante sueca, tímida e franzina, já foi carimbada. E ainda a procissão vai no adro. Na verdade, a mensagem desta adolescente, com apenas 16 anos, relacionada com as alterações climáticas, tem dividido opiniões. De oportunista a messias, os extremos têm-se tocado.

Certo é que esta rapariga transporta consigo uma urgente e grandiosa mensagem, muito maior do que ela. Nada menos do que pugnar pela salvação do nosso planeta. Segundo esta adolescente, se as medidas já propostas por muitos cientistas, para salvar o planeta, não forem urgentemente concretizadas, poderá vir a estar condenada a vida na terra, como hoje a conhecemos. É que as contínuas secas, as dramáticas inundações, as subidas constantes da temperatura, a destruição causada pelos devoradores incêndios, os alvos e volumosos gelos dos polos a derreterem-se, o galopar das águas do mar, alimentando-se das areias das praias e a engolir as habitações derramadas sobre o mar, não deixam margem para dúvida, sobre o gigante Golias que nos está a devorar aos poucos. É por tudo isto que a mensagem, transmitida por esta jovem que esteve entre nós, na passada semana, tem toda a atualidade. Depois de ter estado dois dias em Portugal, Greta deslocou-se a Madrid, onde decorre uma cimeira climática, promovida pela ONU. Aqui chegada, a jovem logo se deparou com uma multidão, de todas as idades - foram mais 500 mil manifestantes - a darem os seus braços a esta militante que rejeita ser tratada como um ícone messiânico de salvação do planeta, mas antes uma gota de água a juntar-se a todas as outras que lutam pela mesma causa. Ajudar a salvar o nosso planeta que se encontra já muito doente.

Esta luta não começou agora. Muitos movimentos e partidos ecologistas têm lutado por esta causa, sobretudo a partir da revolução industrial do séc. XVIII que tem sido conspurcado a vida no nosso planeta azul. Se esta revolução foi um fator extraordinário de progresso e bem–estar para muitos, não deixou de se ir tornando uma pegada mortífera, para uma boa parte do planeta. Face a esta situação, desde há muito que movimentos ecológicos como o Green-Peace, as ONG, o influente partido dos Verdes da Alemanha e, entre nós, a Quercus e os Verdes, têm vindo a lutar, a favor da mãe natureza. O que agora aparece como novidade é o facto de tantos jovens e não só, impulsionados pela luta desta adolescente, sem qualquer partido político a uni-los, lançarem agora um estrondoso grito global, a favor da salvação do planeta. Uma luta que se foi globalizando, para se tentar influenciar as políticas ecológicas dos governantes mais distraídos. Foi esta a mensagem deixada aos delegados dos países que se encontraram na cimeira do clima em Madrid. Mais de 500 mil manifestantes de todas as idades, ao longo de 5.Km, foram desfilando ao lado da jovem Greta, tentando influenciar os responsáveis políticos que ali se encontravam, para que eles promovam as medidas urgentes, a favor do clima do planeta. Todos sabemos que alguns líderes políticos, de países ricos e poluentes, continuam a fechar os olhos e a trancar os ouvidos a esta urgente mensagem. São os “Golias” de hoje, para quem só o capital importa. No futuro, as futuras gerações irão certamente pagar bem caro os seus desmandos ecológicos.

Como sabemos, os cientistas e o papa Francisco têm-nos alertado para que sejam concretizadas as medidas adequadas ao problema climático, para não chegarmos a um ponto de não retorno, daqui a dez anos. Assim o recomendava já o “Acordo do Clima de Paris de 2015”, relativo ao aquecimento global, realizado no âmbito da ONU e agora atualizado pelas recomendações da (COP25), Cimeira do Clima de Madrid.

Importa pois que cada cidadão sinta os problemas climáticos como seus, porque todos somos responsáveis pelas feridas do nosso planeta. Se elas não forem tratadas a tempo, poderão tornar-se cancerosas e mortíferas. Não só para os humanos, mas para todos os seres vivos. Urge pois sermos fortes e genuínos nesta luta, como esta jovem sueca. Esta deve ser a substância da sua bela mensagem. Quanto ao mais, embora importante, torna-se secundário o estilo, o modo e os meios, como esta é transmitida.

florentinobeirao@hotmail.com

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.