Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Conselho Diocesano de Pastoral

12.02.21 | asal
Como pode interessar a alguns, publica-se. Se não quiseres, não leias! AH
 

Reunião do conselho diocesano de pastoral

Sé_Catedral_de_Portalegre.jpg

Reuniu, no passado sábado, em videoconferência, o Conselho Diocesano de Pastoral da Diocese de Portalegre-Castelo Branco, sob a presidência do Bispo da diocese, D. Antonino Dias, coadjuvado pelo responsável do Secretariado da Pastoral Diocesana, padre Nuno Folgado, pároco da Sé de Castelo Branco.

Temas tratados: 

1 - As próximas Jornadas Mundiais da Juventude que vão ser realizadas no ano de 2013, com a presença do nosso querido Papa Francisco, na cidade de Lisboa. A Irmã Fernanda Luz, responsável pelo Secretariado diocesano da Juventude, deu a conhecer as suas linhas gerais. E surgiram diversas opiniões e propostas, no sentido de ajudar o bom funcionamento desta importante atividade eclesial. Uma delas é o problema do acolhimento que a diocese irá proporcionar aos jovens, oriundos dos quatro cantos da Igreja, com algumas famílias diocesanas que se ofereçam para os acolher. Os conselheiros sugeriram que se encontrassem alguns espaços que servissem de pontos de encontroara se fazer a pré-preparação nas paróquias e arciprestados.

2 - A complexa problemática da Família que hoje interpela toda a sociedade e a Igreja. Em tempo de pandemia, temos de aprender a potenciar todos os meios tecnológicos, com vista a envolver as famílias, ajudando-as nos seus múltiplos problemas, desde os financeiros aos afetivos e aos espirituais. Assim se fomentarão nas famílias comportamentos saudáveis, entre pais e filhos.

3 - A pandemia. Na opinião dos Conselheiros, a Igreja diocesana, nestes longos meses, tem reagido de um modo positivo, adaptando as suas estratégias a esta anormal e difícil situação. Tem havido boa utilização dos novos meios digitais de comunicação, bem como as celebrações “on-line” já muito utlizadas, nos diversos apoios aos fiéis, incluindo as famílias enlutadas.

4 - Na Pastoral Social, o responsável da Cáritas diocesana referiu o diverso apoio às pessoas e famílias mais carenciadas. Foi ainda manifestado o agrado pelo modo como a diocese e os movimentos paroquiais se têm envolvido, prestando o seu apoio aos mais necessitados, dando como exemplo o grande esforço que tem sido feito para responder às famílias mais atingidas pelos fogos florestais e pela atual pandemia. 

5 - Celebração do “Ano de S. José”, ao longo de 2021. Também foi abordado este tema, nele incluindo a indulgência plenária concedida pela Igreja aos fiéis, segundo as normas prescritas.

6 - Alguns conselheiros constataram ainda que deveria haver uma maior interação entre os diversos setores da pastoral diocesana, uma vez que, por vezes, não se tem praticado uma pastoral de conjunto, que poderia ser mais eficaz, exigindo-se para tal, o empenhamento das comunidades.

7 - Ainda se abordou o tema da Peregrinação Diocesana de maio a Fátima que deverá ter algumas limitações, devidas à pandemia.

8 - Por último, os conselheiros manifestaram a D. Antonino Dias a necessidade de a diocese melhorar o seu “site”. Para tal, foram sugeridas algumas pistas que irão ser tomadas em conta, para se tentar dar resposta a este complexo problema, que anteriormente já fora tentado.

Texto elaborado por Florentino e António Henriques