Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

 Carta de natal da neta felícia à avó titi

O nosso Saramago voltou...

Pires da Costa.jpeg

A modos de carta! 

                                      Editor – Pires da Costa

 

         Querida avó hoje resolvi escrever-lhe esta carta porque estamos perto do natal que para mim é a festa mais linda do ano que comemora o nascimento do menino jesus e que me tem proporcionado as maiores alegrias e sempre gostei do natal na sua casa aí no barbaído pois as pessoas convivem umas com as outras sem artificialismos esta agora saiu-me boa enquanto nos grandes agregados populacionais  como nas cidades como a amadora as pessoas andam menos comunicativas e até parece que têm medo de conversar umas com as outras  e quase só pensam em comprar muitas coisas que não lhes fazem grande falta o que falta depois no resto do ano é o dinheiro para coisas mais importantes e sobre isto não quero dizer mais nada porque ainda tenho pouca experiência da vida mas já vejo muitas coisas que os adultos parecem não ver e agora lembrei-me de o meu pai um dia me ter dito que o barbaído é o centro do mundo mas não soube explicar bem porquê naturalmente é o bairrismo que o faz falar assim mas também não tem mal nenhum não acha   mas ainda hei-de ver na internete porque dizem que é lá que está tudo o bom e o mau como diz a minha mãe que me recomendou que devo ter muito cuidado com o que vou lá ver que há lá muitas coisas que até podem ser perigosas e não sei se a avó se lembra de me dizer que no seu tempo de rapariga não havia internete nem telemóveis e então as pessoas comunicavam por cartas e eu agora lembrei-me disso e achei graça e por isso resolvi escrever esta carta à minha titi como eu lhe chamo que é como que a gente fala para outra pessoa que está longe e eu acho que devia ser muito engraçado  no seu tempo porque a vida era mais calma e serena e as pessoas pensavam mais do que agora que é tudo a correr e certamente muitos escreveriam melhor pois pensavam no que escreviam e agora parece que ninguém pensa no que diz e tanto se lhe dá que saia asneira ou outra coisa qualquer pois no outro dia já ninguém se lembra do que leu ou ouviu na véspera e o que interessa é o muito e a qualidade fica de molho acho que esta agora me saiu muito boa não concorda avó e  agora um assunto muito importante que não sei se já sabe que o tempo deste governo que agora lá está em Lisboa e que até lhe chamam uma geringonça ele há cada uma vai acabar para o ano que vem e vai haver novas eleições para se escolher outro que ninguém sabe se vai ser melhor ou pior do que o que lá está mas agora eu acho que devíamos deixar estar este por mais uns anos porque se este cai o que vier para continuar as grandes reformas no ensino no nosso país  tem que pôr outra vez os exames da quarta classe porque até agora tem sido quase sempre assim um governo quando chega acaba com o exame da quarta classe  e o que vem a seguir se é doutro partido trata logo de repor o tal exame que deve ser a tal grande reforma do ensino que dizem sempre que vão fazer e depois não fazem mais nada e é por isso que isto nunca anda como diz o meu vizinho que vem cá muitas vezes a casa e é a ouvi-lo a conversar com o meu pai que eu aprendo estas coisas contudo eu gosto muito deste governo  porque mal entrou tomou logo  uma medida muito boa e de muito alcance social esta também me saiu boa que foi acabar com os exames da 4ª classe para contrariar o que tinha feito o que esteve antes dele porque tinha tornado a pôr o exame que já tinha sido acabado por outro  e agora é que o ensino no nosso país ficou uma maravilha e melhor do que isso é que vai deixar de haver traumatizados por causa dos tais exames que deixaram profundas marcas negativas no intelecto das crianças que os faziam e até é por isso que há tantos homens e mulheres que nunca mais ficaram bons da cabeça para o resto da vida isto tanto se aplica aos que foram aprovados como aos que reprovaram mas mais a estes do que aqueles como é lógico tal foi o esforço que todos tiveram que fazer para se prepararem para as matérias a que iam ser submetidas com uma crueldade inusitada esta também me saiu razoável e pronto agora já sabemos que o que estava mal no ensino em portugal eram  os exames da 4ª classe que o resto no ensino está tudo bem  e fiquei muito alegre quando a minha querida avó titi que aqui  há tempos me disse aí no barbaído que  um dos dias mais felizes da sua vida foi quando fez o tal exame da 4ª que foi fazer à cidade na camioneta da carreira e depois como passaram todos foram comer bolachas amendoins e a beber laranjadas e pirolitos e ainda hoje falam nisso quando se encontram e riem com muita alegria e isso é que me dá maior satisfação pois a avó não ficou nada traumatizada com o exame pois é uma pessoa normal e muito apreciada lá na aldeia que eu bem sei e foi muito bom ter-se escapado e que se assim não fosse dava-me uma grande tristeza porque eu gosto muito muito de si e agora também me lembrei duma coisa que o governo que foi destronado pelo que lá está agora esta também saiu boa para uma criança não está má fez quando mandava que foi tirar quatro feriados que eram dois civis e dois religiosos para todos trabalharem mais que era para o país progredir muito mas isso deu origem a que as pessoas se cansassem mais e dessem menos rendimento com uma agravante pois ainda cortou nos ordenados e a maioria passou a viver pior nunca percebi bem aquela ideia mas os do governo também não devem ter percebido  o que vale é que este governo que veio a seguir que até lhe chamam a  gerigonça ai que engraçado voltou a pôr os feriados e assim voltou tudo a andar mais contente mas sempre com as queixas do costume dizendo que as coisas estão mais caras e que o dinheiro não chega não percebo nada disto  depois quando eu souber de outras coisas do governo novo que vier hei-de escrever-lhe e conto um longo beijo da sua neta muito amiga felícia e outro para o meu querido avô e também para a sua vizinha Gertrudes que me dá sempre daqueles bolos muito bons quando aí vou mas que ainda não sei se já sabe que os exames da quarta classe já acabaram mas a avó  quando a encontrar diga-lhe para ela andar mais descansada por causa  da sua neta carolina que vai entrar agora para a escola e  adeus até à próxima e desejo-lhe um bom natal que é a festa da família e para o avô Celestino  e só agora é que me lembrei que lhe queria dizer para informar o meu avô que quando vai à vossa horta com o burro e os alforges para trazer as couves e as alfaces e outras  hortaliças não carregue muito a carga porque agora andam por aí os do pan que penso que quer dizer partido adefensivo dos animais e não quer que estes se esforcem demais e que só lhes façam cócegas no cachaço carinhos no focinho e que até quer fechar as praças de touros que  é onde algumas santas casas da misericórdia ganham algum dinheirito para ajudar os necessitados e que também tenha cuidado para não dizer a algum amigo que até parece que tem cabeça de burro pois ele pode não se importar mas os burros que ouvirem podem ficar ofendidos e desgostosos e traumatizados e isso até pode dar origem a multa e também acho que quando quiserem ir almoçar ao restaurante que fica em almaceda que é aí perto se levarem  o vosso cão que é o tareco e eu gosto muito dele devem sempre telefonar a marcar uma mesa para três  e não se esqueça de guardar umas filhós que a avó faz e são muito boas para o ano novo que nós vamos lá  nesse dia e  pronto um feliz natal beijinhos da sua neta muito amiga 

                                                 felícia das dores

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

PORQUÊ

VAMOS COMEÇAR

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D