Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

As melhoras do Zeca

31.05.20 | asal

Há surpresas que nos enchem o dia!

Eu+Zeca.jpg

Falei hoje com a Fernanda, esposa do Zeca, que me comunicou as últimas novidades, sobretudo a alegria de o marido estar a recuperar bem fisicamente, depois dos meses de sofrimento provocados pelo intruso Covid19.  A fisioterapia de manhã e de tarde tem ajudado muito, ele está animado, o coração tem resistido... Entretanto, deu-me a alegria de eu já poder falar para o telefone francês do Zeca, pelo WhatsApp, que ele atendia. Mas que era melhor falar à tarde, que ele estava mais descansado.

"Amanhã à tarde", qual quê?! 

Acabo de desligar a chamada com a Fernanda e surge-me no ecrã o nome "Zeca França", que eu tão bem conheço e há muito estava desligado... Era o próprio Zeca a ligar-me...

Estes momentos fazem-nos a alegria de viver. Ainda por cima, a olhar-nos cara a cara, nós que desde o princípio de Março estávamos incomunicáveis...

Eu vi uma cara bem natural, embora com o tubinho no nariz a ajudar a respiração (acho eu!), a falar comigo da sua cama do hospital, esperançado em recuperar totalmente. Falou das complicações pós-coronavírus, da necessidade de uma convalescença demorada com a massa muscular a reconstituir-se e sobretudo disse-me que se sente muito agradecido aos serviços de saúde de Portimão e Faro, onde sempre se sentiu bem atendido... «Se fosse em França, eu teria morrido», com os problemas que por lá tem havido...

Chegou a dizer-me que a própria alimentação tem sido uma maravilha. «Hoje o meu jantar foi bife com batata doce, vê a benesse!»

Eu disse-lhe que muitos amigos estão a pensar nele e a fazer força para uma sua completa recuperação. E ainda lhe prometi encontrar-nos brevemente em Albufeira. 

- Claro, disse ele, mas ainda vai demorar talvez umas três semanas. É a vida! Hoje faço anos de casado e nem vejo a Fernanda!

Consolei-o com os nossos anos de casados também em casa, os dois sozinhos a beber um copinho de "Porto Velhotes" e mais nada...

Dei-lhe os PARABÉNS, naturalmente, desejando aos dois muitos anos de felicidade conjugal. Melhores dias virão!

A seguir, senti necessidade de voltar a falar à Fernanda a dar-lhe também os Parabéns, com votos de longa e feliz vida a dois...

Permito-me trazer para aqui a foto de Portimão, pelo simbolismo deste momento:

É uma alegria ter amigos, é uma alegria acompanhar a recuperação dos amigos, é uma alegria saber que há gente a pensar em nós. Viva a Vida.

AH

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.