Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Aprendizagem da música

14.01.19 | asal

Por falar do Zé Ventura, músico e fotógrafo, não resisto a partilhar. O Mário tem graça! AH

Pissarra.jpg

 

O meu amigo e condiscípulo José Domingos Ventura, bom músico e afamado organista no seminário contou-me a história de um outro aprendiz de música. À época tínhamos iniciado a formação de um grupo instrumental de música. Os pais de um condiscípulo mais abastado ofereceram ao filho um acordeão. Nas férias seguintes o pai dirigiu-se ao Zé Ventura e perguntou-lho: «achas que o meu Manecas» consegue aprender a tocar o acordeão?»

Acordeonista.jpg

O José ficou embaraçado, foi-se esforçando para não dizer o que pensava. Mas para mim, quando me contou este episódio, fez uma descrição muito engraçada e abundantemente ilustrada com linguagem gestual. Encontrei esta imagem sobre a aprendizagem da música que ilustra perfeitamente a descrição do que o José me descreveu. Reparem que a pauta. Não tem notas. Só a indicação de abrir ou fechar o fole. A Tónica da descrição do José Ventura era a forma como terminavam todas as tentativas. Para ser mais realista reproduzia o fecho do acordeão. Fartei-me de rir.

Mário Pissarra