Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

ANIMUS SEMPER escreve antónio henriques

19.06.20 | asal
Na secura das horas e na vacuidade de notícias com que vamos vivendo estes dias, voltei hoje ao passado e fui olhar para o que se passava em Junho de 2016, quando ainda éramos animados pelo "ÂNIMO" do animado Colaço. Dei com um texto de reflexão que este menino escreveu e trago para aqui. Pode ser que interesse a alguém. AH

Ant. Henriques1.jpeg

 

Meu caro Colaço, embora o ambiente de férias em que me encontro a tratar das minhas maleitas não seja o mais propício a grandes tiradas vivenciais e a argumentos definitivos sobre o passado e o futuro da nossa história associativa, não quero terminar este período final de existência da Animus sem uma opinião pessoal acerca deste momento. Assim, passo a expor:

1 – Habituei-me nos últimos anos a viver a amizade entre os alunos dos nossos seminários sobretudo através da Animus e dos testemunhos pessoais e relatos de encontros realizados, ora com muitos ora com poucos colegas, dentro e fora da diocese… Não acompanhei o blogue desde princípio por não me ter chegado a notícia da sua existência, sabendo “a posteriori” das muitas querelas que tiveste de suportar com ânimo e espírito de humildade colaborante nos bons e maus momentos. A tua veia criativa e entusiasmante sempre me animou a colaborar também, o que agradeço, em meu nome e no de muitos com quem converso, deixando aqui o testemunho da minha admiração pelo teu trabalho, mesmo naqueles “interlúdios” em que te sentiste sozinho e não tinhas colaboradores. Mas bastavam os teus apartes para nos “obrigares” a visitar a página.

2 – Agora, há que preencher o tremendo vazio que nos vais deixar e, naturalmente, apontas para a Comissão que se voluntariou em Abrantes (19/05/2015) para continuar a dinamizar as relações dos colegas dos nossos seminários. Para quem havia de ser?

No entanto, que fique bem claro que assumimos a Comissão sem o compromisso do blogue. Estando a ser arrastados pela corrente, os elementos da Comissão sentem que não podem deixar de assumir mais este encargo, embora nos faltem as capacidades do Colaço e as competências técnicas para mexer na informática de um blogue. E o pior é que, pelos vistos e pelas conversas havidas entre os membros da Comissão, vai ser o António Henriques a tentar assumir esta tarefa!...

Digo a todos, para que não haja dúvidas, que não tenho qualidades para substituir o Colaço. Sou um curioso da Informática, sem cursos específicos, e logo nos primeiros momentos vou precisar do abc das questões mais comezinhas para mexer num blogue. Com a ajuda do Colaço, talvez consiga…

Pessoalmente, embora na Comissão não se tenha ainda discutido este assunto, preferiria iniciar o blogue com outro nome, por exemplo “Animus semper”, até para desresponsabilizar o autor anterior e haver passagem de testemunho. É muito de elogiar a disponibilidade do Colaço para continuarmos todos a usufruir do acervo histórico que ali enriquece os nossos passos.

3 – Ao ler o tremendo contributo do José Centeio para estas questões num dos últimos trabalhos inseridos no Animus com o título O RESPEITO NÃO SE DECRETA, CONQUISTA-SE E MERECE-SE, eu sinto-me ainda mais empurrado para a acção, reconhecendo que entre nós, mesmo que haja dissonâncias (algumas graves), há muita gente que quer partilhar vivências, renovar amizades e criar novas, partilhando com todos os ex-alunos pedaços das suas vidas. E quanto mais frequento estes ambientes, mais me capacito da muita qualidade que cada um de nós tem para animar o grupo, criticar também, mas sempre com espírito construtivo, como quem é capaz de criticar os próprios pais mas os respeita e admira sobremaneira, reforçando os laços de amizade.

Como o José Centeio, penso também que o blogue «deve ser o principal canal de partilha de reflexão e não é por acaso que nele encontrámos belíssimos textos. E só não lê quem não quer ou está interessado em questões menores.»

 4 – A minha última palavra vai no sentido de dizer a todos que faremos o que pudermos para alegrar os nossos leitores, confiando no contributo de muitos de vós para alimentar o nosso blogue. Mas, digo com sinceridade, temo assumir uma tarefa que me traga ansiedade a mais e me complique os dias em vez de os animar. Ajudem-nos todos a viver em alegria, façam favor! Para já, até ao fim do mês, continuarei a tratar das minhas artroses e bicos de papagaio. Depois algo vai acontecer.

Boas férias a todos. 

António Henriques  (25/06/2016)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.