Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

Associação dos Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

AMIZADES CERTAS NA SERTÃ

21.05.20 | asal

Deixa-me cá roubar este quanto antes, que pode desaparecer... O amigo Colaço lembra a festa do ano passado e nós vamos atrás dele até à Sertã. Que bom!, já que este ano ficámos "in albis"... AH

Escreve António Colaço
Gostei muito de regressar aos ENCONTROS ANUAIS dos antigos alunos Animus Semper Antigos Alunos após uma ausência de três anos.
(Confidenciei ao Joaquim Mendeiros Pedro que depois do meu AVC não desejaria faltar a mais nenhum destes ENCONTROS. E se este Encontro primou pelo aparecimento de caras novas!)

2
Tive saudades do meu antigo frenesi que me fazia por a malta a falar, a contar as tantas histórias que trazem adormecidas em si.

Celestino Cardoso+Colaço (2).jpg

Alguma vez poderia sair da SERTÃ sem dois dedos de conversa com a grande novidade deste encontro, o aparecimento do meu querido Celestino Cardoso, o Ronaldo da minha cardiguense adolescência?

Alguma vez poderia ter deixado a SERTÃ sem um diálogo aberto, cara a cara, com os dois expoentes maximos do seminarista exemplar, que o Pe Saraiva nos apontava na minha querida Cardigos, ambos ali presentes, o António Gil André e o António Antonio Martins Silva?

E como foi possível sair da SERTÃ sem assinalar o facto de Cardigos ter sido, provavelmente, a freguesia com mais ex alunos ali presentes, de que destaco, também, os novatos Nuno Santos Silva e Carlos Tavares?!

Alguma vez teria deixado a SERTÃ sem questionar o José Eduardo Alves Jana agora que se lançou na escavação das nossas tantas memórias?

Alguma vez teria saído da SERTÃ sem saudar o reaparecimento do meu querido amigo António Gil e pedir-lhe que nos lesse os últimos poemas?

Alguma vez teria saído da Sertã sem saudar o aparecimento do Zequinha Jose De Jesus Andre e de muitos do seu ano, 1964, como o Luis Lourenço, o Augusto Pissarreira, o Virgílio Moreira (estes dois raptados aos do meu ano!!!).

E o meu querido Fernando Alves Martins Martins que há tanto o desejava ver a sobrevoar-nos os dias (foi co-pilot o aviador)?

Onde é que eu andei para não ter estado na SERTÃ como CERTAMENTE devia lá ter estado?!

Fotos do ZVD