Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

RESCALDO DO CONVÍVIO DE MARVÃO

Mais uma reportagem...

IMG_2007.jpg

 

Foi uma jornada memorável. Para quem, como eu, foi no autocarro, a partida de Lisboa ocorreu às oito da manhã. Dirão que foi cedo, mas, para mim, foi formidável: Lembrei-me dos tempos de trabalho – em África, a chamada do pessoal era às 06h30 e, aqui, em Portugal, a “alvorada” nunca era além daquela hora. Portanto, foi bom recordar tempos mais antigos.

Não éramos muitos – só 24 - no autocarro. Fez-se uma paragem na zona de Abrantes e continuámos, pois sabíamos que o “grupo grande”- mais de cem - nos aguardava, com ansiedade. Também nós queríamos chegar, pois o desejo de nos reunirmos todos era enorme. Finalmente, CHEGÁMOS A MARVÃO! Que alegria, quantos abraços, quantas recordações de tempos passados.

Os colegas já chegados tinham tomado o pequeno almoço, mas não se tinham esquecido de nós e, depois de “matar” saudades, comemos, ao mesmo tempo que convivíamos. Estávamos atrasados e não havia tempo a perder.

Eu e o M. Pires Antunes tínhamos feito os formalismos da inscrição e cobrança, no autocarro, e , por isso, aí vamos nós para a CASA DA CULTURA. Vou-me abster de descrever o resto do programa, que foi cumprido, sempre em alegre convívio, e cuja descrição já foi feita.

O dia tinha passado e a hora de regressar chegara. Assim, com tristeza de termos que nos separar, mas com o espírito “cheio” de tão belas recordações, partimos, sonhando já com o ENCONTRO DO PRÓXIMO ANO.

Parabéns à Comissão e a todos os que colaboraram na organização do Encontro. Parabéns, também, a todos os presentes, não esquecendo as simpáticas MULHERES! Um abraço para todos e todas.

 ATÉ BREVE!

Lisboa, 22 de Maio de 2017. J.NOGUEIRA.