Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

PADRE HORÁCIO - TESTEMUNHOS

Pires Antunes.png

MORREU O PADRE HORÁCIO

 

Hoje na Casa Sacerdotal do Patriarcado. 
Meu professor e grande amigo. Nunca esquecia os amigos, mesmo estando longe, noutros continentes, enviando a cada um um poema que compunha pelo Natal. 
Desses poemas, fez uma compilação por ocasião dos 50 anos da sua ordenação sacerdotal, ocorrida em 1968.
Publicou livros de poesia, contos, narrativas, sendo os mais conhecidos "Estrela da Planície " e "Há Vida na Charneca". 
Para além de escritor, era exímio no violino e no órgão. Outros instrumentos musicais tocava, tal era a sua polivalência no campo da música. 
Mas era profundamente religioso com muita fé. 
Na altura em que celebrou os 50 sacerdotais, escrevia: "Louvo o Senhor de todos os dons por esta graça singular. E imploro a proteção e a benção de Maria, terna Mãe". 
E "A minha actividade sacerdotal e missionária nada tem de especial. Vendo bem, tudo o que fica relatado é pobre e frágil. O que espero é que a misericórdia de Deus amplie e dane o que ficou reduzido ou árido ". 
Muito havia para dizer acerca do Pe. Horácio. 
Nasceu em Góis, viveu em Vila de Rei. Ordenou-se sacerdote na diocese de Portalegre - Castelo Branco. Em 16 de Julho findo tinha feito 92 anos!

Paz à sua alma.

Manel Pires Antunes