Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

DIAS DA COSTA

Primeira palavra sobre o Dias da Costa

(O Pires Antunes chegou-se à frente a acicatar os restantes. Quem diz mais? Vou daqui provocar o Manuel Pereira e o Fernando Leitão, que serão mais próximos do Dias da Costa...)

 

Fiquei sensibilizado com os RESPIGOS do ANIMUS SEMPER.
Depreendo que o texto sobre o meu grande amigo e professor catedrático da Universidade de Coimbra, Prof. Dr. Geraldes Freire, de S.Miguel d'Acha, está publicado....
O Dias da Costa, do mesmo ano do Pe. Geraldes Freire, foi uma pessoa dotada de uma inteligência superior, bom escritor, poeta e bom músico, que tratava o órgão por tu. Era organista titular no Santuário da Senhora da Rocha, Carnaxide.
Nos encontros anuais da Buraca era também ele que se encarregava do órgão.
Variadíssimas vezes me encontrei com ele, pedindo-lhe para me ajudar, quando eu ensaiava o coro da paróquia de S. Francisco Xavier e noutros eventos.
No café, em Massamá, onde morava, lia-me passagens de um livro que , julgo, não chegou a publicar sobre a infância do Menino Jesus. Recordo-me da cena em que descrevia o Menino Jesus na praia com a Sua mãe, Virgem Maria. Uma delícia!
Deus chamou-o para a casa do Pai. Não me recordo do ano.... Lá estará cantando os louvores que descreveu na terra...

Obrigado, António Henriques, por nos trazeres estes preciosos textos que, de algum modo, nos fazem recordar tempos e histórias que vivenciámos....

ManelpiresAntunes