Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Animus Semper

CORRESPONDÊNCIA

Aqui registo mensagens que ultimamente me têm chegado, por achar que a todos devem interessar. AHFlorentino.jpg

 

 

Olá, Henriques

Acabo de consultar o nosso indispensável Animus. Multifacetado, sempre com novidades e a  transbordar de alegria e afectividade. Dá-me gosto percorrê-lo diariamente. Sempre atento à Vida dos nossos amigos, nada lhe escapa. Que trabalheira terás. Se não fosse agradável para ti, pressentindo a alegria dos outros, certamente que não aguentarias tal esforço. Ainda bem. A força anímica e o intuir que tens feito este fabuloso trabalho com Alegria e espírito de serviço à comunidade, me dão a chave de tanta entrega diária.

Espero que a boa Malta se renda a tal preciosa tarefa. Em colaboração e admiração pelo trabalho feito.

Aí vai um forte abraço agradecido, pelo que me toca.

F. beirão20150517_112539 (2).jpg

 

Eu emociono-me com pouca coisa, é verdade! Mas as tuas palavras emocionaram-me…

Mas de tudo o que dizes eu ressalto estas palavras: "Se não fosse agradável para ti, pressentindo a alegria dos outros, certamente que não aguentarias tal esforço". É verdade, cada vez que recebo e publico os vossos textos, eu antevejo a ansiedade e a alegria que vocês vão sentir. E todos somos mesmo importantes. 

Obrigado, Florentino, por tornar os meus dias mais bonitos…

Abraços, António Henriques

 

Amigo

Quando se abre o nosso coração na sinceridade e na  verdade, por vezes, ficamos de tal modo contagiados, que o nosso coração se dilata, se torna imenso, potenciador do nosso gosto pela vida. O ANIMUS, para mim, tem sido uma mais valia para esta cultura que a muitos envolve. 

Agradecido pelas tuas deliciosas e comoventes palavras, um forte abraço. 

F. beirão

 

Bom Amigo Henriques

Li, com agrado e revolta, o teu texto sobre o Papa Francisco no meio dos lobos do Vaticano, Se Bento XVI já se demitiu por força das maldades perpetradas pelos vaticanistas maldosos contra ele, não admira que essas batinas vermelhas, bem vistosas por fora, continuem a a colocar o Papa e a Igreja em maus lençóis. Gente que reproduz os tempos de Lutero. O seu deus é o dinheiro e a imoralidade.  Como sabemos, a Igreja é Santa e pecadora. Como todos nós, católicos. Só que os filhos das trevas vão tentando controlar, com  sua perfídia, os filhos da luz. O Papa nestes se inclui. Soberanamente.

O caso recentíssimo do Cardeal pedófilo que controlava as finanças do Vaticano é um dos exemplos de que a Igreja necessita de uma grande vassourada, como no tempo da Reforma. Oxalá, Francisco ganhe forças para pegar no "azorrague". 

Mas, para relativizarmos estes problemas, tentarei, no ano dos centenários das teses de Lutero, (1517) oferecer aos nossos amigos (antigos alunos) uns apontamentos do contexto da Reforma de Lutero, sua doutrina e as suas consequências.

Na verdade, como disse o Papa Francisco, a Igreja de Jesus tem que, continuamente, estar a reformar-se. Aos travões, tentar eliminar a sua  insidiosa influência. Deus dê forças a Francisco. A nós compete fazer o trabalho que tu fizeste no nosso amado Animus. Aguardo continuação.

um forte abraço

f. beirão